segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Ser Devassa é*...

Ser Devassa é mais que ser loura, morena, grande, pequena, e afins... É simplesmente ser MULHER: buceta e útero!
Ser devassa não é ser vulgar, é fazer tudo o que cabe entre quatro paredes... é dispensar horas, dias, semanas, uma vida toda com seu par, é dançar com ele, é suar com ele, é gozar várias e repetidas vezes, ser dele, ser ele!
É transpirar lascividade em cada ação, desde o momento em que escolhe o modelito pra surpreende-lo, no carro até o restaurante, bar, boate, lá, com ele, escolhendo "na minha ou na sua", na hora H! No pós-sexo, no banho, no sono, no acordar... Todos os movimentos que se faz em par...
Eu sou desvassa mas não sou vulgar! Aplico tudo que há de mulher em mim: útero e buceta, no meu dia-a-dia, no meu par!

 (...)

Acho que a devassa mesmo não faz propaganda, nem segue modelos. Gosta de sexo e ponto. E inventa os meios para chegar até ele sem manual, de acordo com a situação. Não sei que nome tem isso: devassa pode até ser, já que tem um quê de pejorativo, e é muito compreensível que tendam a classificar assim um comportamento que não é previsto (compreensível, não aceitável).
Toda Devassa faz sexo com o corpo todo, sem, necessariamente, privilegiar a genitália, mas que seja também ela e o mais remoto fio de cabelo, os poros e, sempre, a língua. Sob efeito de alucinógenos, estimulantes, ou não. Com ou sem acessórios, específicos ou adaptados ao gosto do freguês. Que não tenha formato, que não tenha que ser como na novela, ou com tal música, e que gozar (expelir alguma secreção por alguns segundos), não seja o parâmetro da satisfação, mas incidental.

(...)

ser devassa é estar disposta à nudez radical. Nudez não apenas do corpo, mas das máscaras. É ser sem-vergonha. Ser devassa é ser despudorada. Livre não só dos pudores sociais. Livre, especialmente, do pudor de ser o que se é. Ser devassa é se assumir. E assumir o que dá ou não prazer. Ser devassa é ser disponível aos prazeres de toda espécie. Disponível para experimentar, gostar, ou não. A devassa é ousada, corajosa. É aquela que se devassa e se deixar devassar.

(...)

Acho q ser devassa é nao ter vergonha de ser safada e de gostar de ser safada. Gostar de conhecer seu corpo junto com o outro... experimentar... Saber que os limites da satisfação do seu prazer vão até onde vc se sentir bem e o parceiro topar.

(...)
Enfim, é uma coisa boa, que faz bem a pele, ao bom humor, ao coração... a mulher como um todo. ser devassa é uma coisa feia e ruim...(????)... nao. É bom. Torna uma relação mais divertida e mais intima...

(...)

O QUE ME FAZ SER UMA DEVASSA É O PROIBIDO...OS LUGARES PROIBIDOS ME FAZEM NÃO QUERER PARA O ATO.
(...)
quando penso no que seria uma "mulher devassa" penso
no que é esse significado coletivo e qual é o valor atribuído à ele.
Consigo reconhecer pessoas que atribuem o valor negativo, a partir do
momento em que uma mulher devassa é aquela relacionada com uma vida sexual
intensa, com muit@s parceir@s, que não obedece à moral sexual da mulher
pura. Consigo reconhecer também um valor positivo à esse conceito: a
mulher livre, que não se amarra às regras, que pode fazer escolhas.
Em pensamentos gerais, a partir do momento em que encaramos a questão
sexual com naturalidade, ou seja, não viramos obcecados com o sexo (o
corpo não vira sinônimo de sexo), penso que estamos livres. Nesse sentido,
somos bem resolvidos com os nossos corpos, somos libertários,
libertinários, somos tranquilos e não temos medo de ter prazer. A palavra devaassa me irrita pois trás a visão masculina obcecada
seuxualmente com a mulher. Prefiro liberdade.

(...)

o máximo de superfície em contato, o máximo !!! e fazer isso até pegar fogo ....huuuuuuuaaaaaaaaaaaaa......... a mulher devassa é aquela que explorou os sentidos do homem até ele ter gozado PLENAMENTE - não como um galinho ou gozadinha de leve - e ficar enlouquecido por essa mulher.

(...)
Em resumo, mulher devassa é aquela que enlouquece, instiga os homens até que eles entreguem todo o desejo ardente, as safadezas, o suór e o gozo quente num jato inesquecível rsrsrs.......... a devassa ainda estará linda como na hora que ela o seduziu, e o homem que foi devassado com cara de que enfrentou uma batalha hahahahaha...

(...)

É ser desprovida de pudores, cheia de fogo na bacurinha.Devassa pra mim é dizer sim no primeiro encontro, seja pra um, dois ou váaaarios!!! É não pensar duas vezes quando se é convidada para uma orgia. Devassa pra mim, é dedicar pelo menos 50% dos seus dias pensando em como vai ser gostoso quando encontrar aquele corpo que te faz encher a boca d'água...
(...)
"cafuné e gala na cara!"Hahahaha. Uma devassa que se preze deve tomar essa máxima como balizadora de suas relações erótico-afetivas.
(...)
ahh, sou tantas, devassar é só mais um de muitos verbos em mim
(...)
antes de qualquer coisa, que fique claro, que devassa pode ser uma coisa boa de ser. Se eu sou uma devassa por me entregar e por acreditar, ótimo. Pretendo continuar devassa. Dessas que se permitem porque gostam. Devassar por aí cabe aos viscerais. Lógico, que eu não tô falando aqui de ser pau no cú com ninguém. Pau no cú não é ser devassa, é ser simplesmente pau no cú. Não maltratais aqueles que gostam de vc/e de quem vc gosta. Papo reto, fogo nas entranhas e amor, pra mim isso é ser devassa.

e para você,
ser devassa é...


*fragmentos dos depoimentos enviados pelas Amigas-Devassas

2 comentários:

  1. É saber ser devassa no momento certo, com a pessoa certa, e ai mermão...ser livre, leve e solta!!

    ResponderExcluir
  2. ...como uma pomba solta no ar.rsrs

    ResponderExcluir